Chrono Series

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Chrono Series

Mensagem por vico em 29/05/15, 02:29 am

Antes de continuar:
CONTÉM QUANTIDADES GRITANTES DE #SPOILERS !!!!




Chrono Series






O pai de todos: Chrono Trigger




Lançado em 1995. Ninguém esperava muito de #ChronoTrigger, mas quando foi lançado, surpreendeu em todos os seus aspectos, como: trilha sonora, gráfico, enredo e seu muito bem elaborado sistema de batalha. A Trilha Sonora, criada pelo estreante Yasunori Mitsuda, com o auxílio do veterano Nobuo Uematsu. Foi umas das trilhas sonoras de videogames de mais sucesso de todos os tempos, rendeu até um CD Triplo no Japão. Já o sistema de batalha é o ATB (Active Time Battle), em que cada personagem espera um período em pseudo-tempo real para atacar.


CT também se destaca por conter duas características bem interessantes, são elas: As side-quests e os múltiplos finais. As Side-quests, missões paralelas ao enredo do jogo, não são obrigatórias para completar o jogo, embora sejam essenciais para conseguir stats para enfrentar Lavos, além de trazer conhecimento crucial sobre o universo da série e seus sucessores. E os Múltiplos Finais, que são conseguidos, na sua maioria, com a ajuda do New Game+ (recomeçar a história com os stats do save anterior) e de acordo com a etapa do jogo em que está. No total existem de 13 a 15 finais diferentes, alguns são apenas pequenas variações, e muitos não são considerados "canônicos" ao se considerar o resto da série.



Um pouco sobre Chrono Cross​


Análise sensacional by @Newt aqui!


O time reunido para realização da sequencia de Chrono Trigger sofreu uma imensurável pressão ao ter que substituir o afamado Dream Team formado na época para a confecção do clássico. Pouco depois de criarem Chrono Trigger, alguns membros de seu staff, como Masato Kato e Yasunori Mitsuda, trabalharam num obscuro título chamado Radical Dreamers. Inicialmente um projeto não relacionado a Chrono, #RadicalDreamers acabou por usar um dos ramos não explorados do enredo de Trigger para desenvover sua história: o destino de Schala Zeal. O título contava a história de um grupo que tentava invadir a Viper Manor atrás de Lynx e do Frozen Flame. Este grupo era formado por Serge, Kid e ninguém menos que Magus, diretamente de Trigger, que estava a procura de sua irmã.




O projeto foi a base de tudo que viria a ser Chrono Cross, que manteve a invasão a Viper Manor, bem como as presenças de Kid, Lynx, Serge (agora um personagem mudo) e a Frozen Flame. Infelizmente, pela difícil execução de seu enredo, Magus foi cortado e substituído pelo personagem Guile. Para Masato Kato, a ideia para sequencia de Trigger era clara, porém ousada. Não iriam fazer Chrono Trigger 2;, mas sim um novo Chrono, totalmente re-imaginado, se passando no mesmo mundo e tendo elementos de enredo de seu famoso predecessor, porém com quase a totalidade do enredo sendo totalmente inerente ao novo capítulo.


Tomaram por base Radical Dreamers, que se tornou apenas um evento de uma dimensão paralela na cronologia da série, e criaram a sua volta todo o universo de Chrono Cross. Numa tarefa inglória em substituir Akira Toriyama, o artista Nobuteru Yuuki foi chamado para criar os personagens do jogo. Mesmo sendo um artista de peso (especialmente na área de animação, onde atuou em séries como Record of Lodoss War, Visions of Escaflowne e X/1999), seu estilo, bastante diferente daquele do autor de Dragon Ball, foi estranho aos fãs.


Whatever, ele criou a personagem mais adorável da série, Harle. Mas enfim, este foi apenas mais um elemento que fez, e ainda faz, muitos fãs se perguntarem: Chrono Cross é uma sequencia de Chrono Trigger? Fato que desapontou muito o diretor Masato Kato, ao que ele deu uma resposta bem firme quanto aos críticos de Cross, como pode ser visto nessa entrevista postada no site do Yasunori Mitsuda:​



Inglês:




Resumindo, Cross é um novo Chrono, mas não Trigger 2, pois eles tentaram criar algo novo na franquia (a exemplo do q FF faz a cada capítulo), mas tendo algumas relações diretas com Trigger (incluindo a participação de Lucca, Crono e Marle). E Cross, dessa forma, tem suas próprias qualidades. Bem, entre todos os desenvolvedores de jogos, Masato Kato é um dos que tem as declarações mais legais. Eu fortemente recomendo a quem interessar ler a entrevista completa, por ser bem profunda e sem papas na língua (até pq foi postada no site do Mitsuda, q é amigo de Kato). Siga por aqui​.




Mas mudando de assunto, em um elemento Cross se mostra praticamente unânime: sua trilha sonora, provavelmente uma das mais belas já criadas para um jogo (a melhor, na minha opinião). A intenção de Yasunori Mitsuda e dos produtores em geral era que o jogo tivesse composições marcantes, porém utilizando-se de sons simples e não o uso de inúmeros instrumentos. Por isso que é tão comum ouvirmos, em Cross, melodias constituidas de poucos instrumentos, como uma guitarra, um violino ou violão.


Desta ideia surgiram músicas simples, porém belas e/ou poderosas, como Star-Stealing Girl, Home Guldove, Reminiscence, People Imprisoned by Destiny, Voyage e, evidentemente, os temas de abertura (Time´s Scar) e encerramento (Radical Dreamers). Sobre o tema de encerramento, Kato e Mitsuda possuem especial apresso por ela e cuidado na sua criação (ao meu ver, a mais bela música tema já feita pra um RPG, por sinal).​




Duas ideias básicas de design foram consideradas para Cross, sendo absolutamente incomuns ao gênero. Primeiro, aboliram os pontos de magia (MP) e até mesmo o uso de experiência no jogo. Ao abolir o extensamente utilizado MP, a ideia era de que poderíamos misturar golpes físicos e magias sem qualquer necessidade de se preocupar com o limite de pontos de magia, utilizando um sistema baseado em card games para execução dos ataques, chamado de Elementals. Passa-se despercebido ao jogador, mas o sistema foi montado para ser uma espécie de card game, onde você monta seu deck com os elementos que vai utilizar em batalha e o principal objetivo disso é incentivar o mero prazer de batalhar em rpgs (e não simplesmente para evoluir), bem como deixando a possibilidade de se enfrentar chefes diretamente, sem enfrentar nenhum inimigo comum. Tudo tinha base na importância dos elementos, dando ênfase puramente em planejamento e não em pontos de experiência. ​


A outra ideia que o jogo traria, mas que se mostrou parcialmente impraticável, era a de que o jogador poderia recrutar qualquer NPC na rua e utiliza-lo no seu grupo. A ideia não foi pra frente, mas gerou o polêmico sistema de recrutamento de mais de 60 personagens que Cross permite. A ideia é basicamente a mesma, NPCs no grupo, mas deram a cada um, ao menos, uma pequena história. O recurso ora é visto como pura falta de desenvolvimento de personagens (a exceção dos principais), ora é visto como inovador em poder explorar ao menos um pouco a história de tantos NPCs. ​


Provavelmente, Chrono Cross foi um jogo afrente do seu tempo, e várias de suas ideias-base não são usadas em RPGs contemporâneos. Pelo menos até o surgimento de Final Fantasy XIII, que promete trazer, ao menos, a mistura entre golpes físicos e magias num só turno. Mas o legado de Chrono Cross, contudo, permanece lamentavelmente subutilizado pelo gênero como um todo. Uma pena.



Da esquerda para direita: Masato Kato (produtor/escritor), Hiromichi Tanaka (produtor), Nobuteru Yuuki (character designer) e Yasunori Mitsuda (compositor). Alguns dos principais responsáveis pela série Chrono. Palmas pra eles!!​


O Projeto Chrono Break



Sejam rumores ou fatos, notícias sobre a suposta sequência de Chrono Cross existiram desde pouco depois do lançamento ocidental do título. Aqui, resumidamente, exporei os mais relevantes fatos acerca do desejado título.​


Em 5 de dezembro de 2001, a trademark "Chrono Break" foi registrada nos USA, seguido de um registro similar no Japão, com a marca levemente alterada para "Chrono Brake". Como Chrono Cross havia sido lançado no ano anterior no ocidente, tudo levava a crer que a ideia de levar a franquia adiante estava a todo vapor. A Squaresoft havia até mesmo divulgado um press release acerca de um novo jogo da série Chrono, em que o próprio Sakaguchi atestava que o time envolvido em Chrono Cross estava interessado em dar seqüência à franquia, especialmente o diretor e escritor Masato Kato, e que as ideias para o enredo estavam sendo consideradas. Imaginou-se, na época, que um novo jogo da série estava, de fato, em produção.​


Mas o mesmo nunca recebeu carta branca da Squaresoft para continuar. ​


O time foi designado para desenvolver o primeiro MMORPG de empresa e seu primeiro título utilizando a maior franquia da casa: Final Fantasy XI. Curiosamente, o capítulo online da franquia foi ideia do próprio Hironobu Sakaguchi, que num primeiro momento parecia apoiar um novo Chrono, mas parece que estava mais animado com a ideia de um rpg online da principal franquia que criou, interesse regado a seu deslumbramento pelo RPG ocidental EverQuest. Tal decisão tornou por "prender" o grupo ao FFXI pelos anos seguintes, posto que era necessário sua constante atenção a comunidade online, bem como às expansões do jogo. Nesta época figuras relevantes do time deixaram a S-E, incluindo o diretor Masato Kato (que se tornou freelancer) e o diretor de arte Yasuyuki Honne, que foi para Monolith (onde se reuniram os descontentes pela não continuação da série Xenogears).​


Em 13 de Novembro de 2003, a trademark expirou nos USA, mas ainda vigora no Japão.​


Os pedidos por um novo Chrono, contudo, foram tantos que a Square Enix chegou a dedicar uma questão do FAQ oficial de seu website a estes pedidos. Segue o trecho, em que a empresa atesta que a série não está morta:​



Does SQUARE ENIX have any plans to develop a sequel to Chrono Cross?​
A sequel to Chrono Cross is not in development. This doesn't mean we will never make a sequel. However, resources are being focused on other titles at this moment. Keep an eye on our Press Release page to keep up with current information on upcoming titles from SQUARE ENIX.


Na E3 2003, membros do time responsável por Cross, respondendo a um questionamento, declararam que adorariam fazer um novo jogo da série, mas que não poderiam fazê-lo por um bom tempo, posto que estariam ocupados com as expansões de Final Fantasy XI. ​



Uma nova declaração acerca do título só viria em 2007, quando o produtor de Chrono Chross, Hiromichi Tanaka, declarou que adoraria fazer um novo Chrono (todos adorariam ) mas que reunir o time original seria muito difícil. ​



...it's very difficult to be able to reunite the original team, to be able to make a sequel to the Chrono series...because if we don't try to reunite these people but take other people instead, we will find ourselves at that point with a game which will feel different, since there would be different persons in charge, and we would possibly lose the Chrono spirit.​

Em 2005, Masato Kato voltou a trabalhar para Square Enix, especialmente nos projetos relacionados a World of Mana e, atualmente, ele é responsável pelos enredos das expansões de Final Fantasy XI junto ao time original. Quem sabe até de FFXIV.



Mesmo com tantos elementos contrários, nota-se que há interesse e jamais descartaram a série Chrono (como a SEGA com Shenmue, por exemplo), sempre deixando claro que queriam fazer o jogo, mas que era difícil.​


Pessoalmente, minha esperança era de que findadas as novas três expansões de FFXI e o eventual anúncio de um novo FF Online (com rumores de que poderia se passar em Ivalice, portanto sendo feito pelo time de FFXII) poderiam deixar o time livre para dar sequencia. Mas, bem, eis que surge Final Fantasy XIV e mais anos e anos de dedicação exclusiva ao MMO.​


Um novo Chrono se tornou mais incerto do que nunca. Porém a série não está morta, Chrono Trigger DS (que recebeu supervisão de Masato Kato, inclusive) fez sucesso e, com tudo isso, um novo Chrono continua sem ser descartado. Um dia sai, nem que seja daqui há mais 15 anos...




Um rumor a se dar atenção?​



Minha intenção era se ater aos fatos, mas não consigo deixar de comentar este rumor, de 6 de abril de 2006, em virtude do recente anúncio de Lufia. O rumor, postado no 2chan, alegava conhecer a existência de dois projetos da Square Enix: um novo Lufia e, enfim, a sequencia de Chrono Cross, que se chamaria Chrono Glance. Como se sabe, a Famitsu anunciou o novo Lufia para Nintendo DS, a ser lançado pela Square Enix, o que dá credibildade ao rumor. Mas, infelizmente, a credibilidade para por ai. Segundo o rumor, os títulos seriam para PS3 e 360 e, no caso de Chrono, o projeto seria liderado por ninguém menos que Hironobu Sakaguchi. Outro ponto contrário é que os jogos, segundo o rumor, seriam revelados “para breve”. Não é de se admirar que projetos deixem de existir num console e passe para outro (o remake de FFIII foi originalmente planejado para PS2 e acabou saindo no DS), mas o que mata MESMO o rumor é a menção a Sakaguchi. Ainda que a parceria Square Enix e Mistwalker não seja impossível, é COM CERTEZA uma possibilidade improvável. ​


​Enquanto não temos Chrono, talvez valha a pena conferir o projeto do time original, Final Fantasy XIV, bem como o novo projeto da Monolith para Nintendo Wii, Monado. E esperar.










No decorrer deste tópico, pretendo postar alguns artigos explicando mistérios da série, tendo como base dois sites excelentes sobre a série: o Corridors of Time by drackir e o consagrado Chrono Compendium, cujas mentes (perturbadas) conseguiram também criar (e, segundo alguns, destruir), um dos fangames mais aguardados para alguns: CRIMSON ECHOES (Mas isso é história para os próximos capítulos...), além de curiosidades e notícias da série.


Então, se os admins acharem que o local do tópico está errado ou mesmo resolverem criar uma nova seção para a série, por favor desculpas desde já pelo erro. E muito obrigado pelo espaço!

avatar 
vico

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chrono Series

Mensagem por Daniel em 29/05/15, 10:23 pm

Excelente material, @vico.
E não se preocupe com a seção poder estar errada, pois na verdade está muito bem colocada Smile

Eu joguei os três: Trigger, Radical e Cross.
Uma pena o youtube ter deletado meus vídeos há muitos anos atrás, pois havia feito um ótimo vídeo de uma diálogo inicial do Radical Dreamers com uma cena do serge e da Kid quando se reencontram no fim do jogo.

De toda forma, Trigger foi um jogo que me marcou muito. Foi um dos poucos cartuchos que tive original no Super Nintendo, e todo o valor gasto, valeu muito a pena. Era um RPG de qualidade elevado, e todos os quesitos que você postou, só fazem aumentar o que eu disse.

Tempos depois, foi a vez do Cross. Nossa, fiquei bastante interessado quando via as imagens do jogo na revista playstation magazine e Gamers. Lembro que uma dessas imagens, mostrava o Serge lançando o Photobeam, e bah, aquilo era de cair o queixo. Quando saiu o jogo, fui logo adquirir o Cross com seus dois CDs (piratex). Confesso que gostei de mais do jogo, e como você citou, as músicas são de altissimo nível.

Minha favorita, é a Reminiscence, mas é difícil dizer se ela é a melhor ou não:



Não cheguei a fazer todos os finais nem Cross nem em Trigger, mas as horas jogadas, os desafios propostos, me encantaram profundamente.

Muitos anos mais tarde, foi a hora do Radical Dreamers via emulador.
Esperava um jogo diferente, mas os diálogos são muito bons. As poucas batalhas não chegam a prejudicar, mas pode aborrecer quem esperava algo como o Cross ou Trigger.

Deixei algumas destas frases registrados aqui no fórum:
http://www.rpg-players.com/t26-frases-lendarias#321
http://www.rpg-players.com/t26-frases-lendarias#323
http://www.rpg-players.com/t26-frases-lendarias#325

Hehe, o Serge estava afinzão de dar uns pegas na Kid no Radical Dreamers.

Enfim, parabéns pelo tópico, @vico.
Super completo as informações, e com certeza esperaremos mais postagens

avatar 
Daniel

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chrono Series

Mensagem por MrLinx em 30/05/15, 12:45 pm

Tópico excelente e completíssimo @vico, parabéns! bow

Até hoje como já comentei algumas vezes aqui, não terminei nenhum da série apesar de já ter jogado  Chrono Trigger e Cross. Confesso que não sei por qual motivo o Cross não me agrada tanto, acho que o clima do jogo não é compatível comigo, sei lá. Agora o Trigger, é um daqueles que você joga e nunca mais esquece, as músicas, as batalhas, a estória, tudo fica gravado na sua cabeça. Com certeza irei jogá-lo novamente e com certeza será uma jogatina épica.

E assim como o @Daniel disse no aguardo de mais postagens excelentes como essa.
avatar 
MrLinx

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chrono Series

Mensagem por gizellechan em 31/05/15, 05:58 pm

Belo tópico, @vico!! hooray

Muito bom saber detalhes sobre a série I love you
avatar 
gizellechan

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chrono Series

Mensagem por vico em 01/06/15, 09:33 pm

Putz, esqueci de marcar umas duas ou três respostas como "Reservado" pra postar menus de artigos e tal. Agora terei de me virar nos trinta haha
avatar 
vico

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chrono Series

Mensagem por vico em 02/06/15, 09:42 pm

Algum ADM/MOD aí? @Daniel @MrLinx @gizellechan tô pensando em recriar o tópico, dessa vez reservando umas duas ou três repostas para possíveis "menus" (pra facilitar a navegação) e para adicionais informações. O que acham??
avatar 
vico

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chrono Series

Mensagem por Whitewolf em 02/06/15, 10:43 pm

Cria outro tópico @vico, mas não mexe nesse aqui, apenas cria outro do jeito que desejar, assim tem como passarmos as postagens do pessoal pra ele, depois excluímos esse.
avatar 
Whitewolf

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chrono Series

Mensagem por vico em 02/06/15, 10:46 pm

@Whitewolf OK! Amanhã farei isso!
avatar 
vico

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chrono Series

Mensagem por vico em 03/06/15, 08:29 pm

@Whitewolf , conforme prometido, novo tópico da série Chrono, deixo aos admins a decisão do que fazer com esse daqui...

http://www.rpg-players.com/t990-serie-chrono

Agora eu reservei os primeiros tópicos para menus e tal, pra facilitar a organização.

Só que eu acho que não foi uma boa ideia colocar TODOS os jogáveis do Cross ali na enquete. Se tiver como deixar só o Serge, Kid, Leena, Marcy e tal ou até remover a enquete acho que ficaria melhor pra ler. Ou não.
avatar 
vico

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chrono Series

Mensagem por Daniel em 04/06/15, 06:57 pm

Excluí a votação, @vico.
Você pode criar uma outra mais resumida se quiser Smile

Para não perder um tópico bom como este, se você quiser, acho uma boa apenas editar o seu primeiro post e fazer um resumo com o título dos 3 jogos, data de lançamento e mais alguma info Smile
avatar 
Daniel

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum