Animes da Nova temporada [Primavera 2014]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Animes da Nova temporada [Primavera 2014]

Mensagem por Daniel em 08/04/14, 07:44 pm

[N! Drops] Abr'2014 #20: iniciou-se a nova temporada!



Sem objetivações não se tem análises, porém muitas vezes o dito gosto pessoal tende à ganhar forte e derradeiro espaço nesta empreitada, ficando com uma parte considerável dos textos sobre as temporadas de animes em si. O que você verá, nas linhas abaixo, será um conceito apenas diminuto de sete obras que estrearam nos últimos dias e que deixaram a sua marca para este humilde blogueiro.



Vale lembrar que alguns dos animes presentes neste post sequer estavam na lista de "prioridades" da temporada por parte de minha pessoa, o que acabou originando surpresas demasiadamente interessantes. Nem todas as obras serão vistas até o final, por razões que divergem bastante entre si. Entretanto, é possível que algumas destas voltem à aparecer aqui no NETOIN!, muito em breve.



De toda a forma, terá início a vigésima edição da seção N! Drops e, com ela, que venham os primeiros sete animes analisados da nova temporada. Não esqueça de que, se desejar, poderá deixar a sua opinião na área de comentários deste post, nobre visitante. E tenha uma boa leitura.



Mahouka Koukou no Rettousei


O mapa-múndi, após a Terceira Guerra Mundial (segundo o anime Mahouka).


Não é uma nova temporada da série To Aru (Index/Railgun), mas não se pode negar aqui algumas semelhanças bem conceituais entre uma obra e outra. Em si, Mahouka Koukou no Rettousei brinda a quem o assistir com um enredo que se passa na Terra, no distante ano de 2093, após o mundo ter enfrentado uma catastrófica Terceira Guerra Mundial, que levou o mesmo a uma grande mudança em seu mapa geo-político, além de constatar que o uso de armamento nuclear foi impedido graças a uma nova tecnologia que ascendeu durante o século XXI: a magia.



Entretanto, o foco presente no anime está em uma grande instituição de ensino japonesa. E nela estão apartadas as principais temáticas deste anime, que deverá tratar de classes sociais, preconceito, combates e alguns romances ramificados em alguns pontos da obra. Nesta escola, embora o uso da magia seja restrito para certas finalidades, sempre há alguém que quer fazê-lo de maneira proibitiva. ainda existe quem queira impedir isso.



O jovem Shiba Tatsuya e sua irmã, Shiba Miyuki, já passaram por provações sobre diferenciação de classe estudantil logo no primeiro episódio. Além disto, o anime em si mostrou que a Miyuki possui um carinho demasiadamente elevado (até exagerado) pelo seu irmão. Contudo, parece existir uma razão (além da provável paixão) para ela agir assim. Além do enredo apresentado, Mahouka conta com um capricho visual deveras elogiável e uma trilha sonora realmente boa. Porém, o anime apresentou aquela que pode ser considerada, até o momento, como a pior abertura da temporada de abril'2014.



Baby Steps


Eiichirou assustado...


Definitivamente, 2014 está despontando como o ano dos animes esportivos. Mas engana-se quem pensa unicamente neste gênero como obras onde a competição tudo pede e ordena. A prova disto, de certo, pode estar sob as asas do anime Baby Steps, que aparece com um visual mais simplista e uma estória aparentemente mais focada na amizade e relação entre os seus protagonistas, utilizando do esporte (tênis) como um tipo de ligação entre os mesmos.



Neste contexto, Maruo Eiichirou desponta como protagonista, sendo ele muito dedicado aos estudos e sem a mínima habilidade esportiva. Embora o episódio inicie com ele em uma importante partida, na verdade a mesma se passa em um tempo futuro, credenciando o anime à mostrar os eventos que prefizeram tal fato. Após a moça mais chamativa da escola ter lhe pedido um auxílio, o rapaz acaba indo praticar tênis. Ela se chama Takasaki Natsu, sendo a mesma muito bonita, amável, exímia praticamente do tênis e um pouco afobada.



O episódio inicial mostrou basicamente tudo aquilo que poderá ser esperado deste anime, onde o jovem Eiichirou buscará aprender o máximo que puder do tênis para poder melhorar sua performance e, também, interagir mais com a Natsu que, aparentemente, parece não possuir nenhuma intenção de relacionamento mais íntimo com ele. Lições de amizade, confiança e boas partidas de tênis podem ser facilmente esperadas nesta obra.



Soredemo Sekai wa Utsukushii


O susto!


O anime shoujo da temporada apareceu em seu ápice. Na verdade, Soredemo Sekai wa Utsukushii teve um início muito mais voltado para a aventura do que propriamente para o romance em si. Mas dada a maneira com a qual se desenrolou o episódio inicial, em especial no que tange ao final do mesmo, então é necessário aqui enfatizar que esperar por uma paixão bem divertida de se acompanhar é mais do que certo.



A quarta Princesa do Reino das Chuvas resolveu ir até o Reino do Sol, o mais importante do mundo. Ela se chama Remercier Nike e, afortunadamente, aventura deveria ser o seu sobrenome. Ela aparta em uma cidade litorânea de seu destino com o objetivo de se tornar a Princesa do Sol. Entretanto, ela acabou envolvendo-se em uma encrenca preliminar que, seguramente, colocou a jovem em maus lençóis. Como se isso não bastasse, os rumores sobre a pessoa mais importante do Reino do Sol são os piores possíveis. Todos temem pelo nome e demais circunstâncias e características acerca de Ifriqiyah Livius Orvinus.



Bom, na verdade a Nike não teme e nem com o que ela ouviu a fez desistir de seu ensejo, ao ponto de ela ir até a capital de tal Reino para pedir uma audiência com ele. A chamada para muitas confusões (e um possível romance) está feita pois, seguramente, ela deverá ficar bem surpresa ao encontrar o temido Livius Orvinus. Ponto alto para o visual do anime, que mistura a simplicidade com a arte característica de um bom anime de aventura (e que, no sentido visual, lembrou Slayers e Jinrui vagamente para a minha pessoa).



Gokukoku no Brynhildr


Ryouta e seu estilo em sala de aula...


Além de ter o dedo do criador de Elfen Lied na bagagem, Gokukoku no Brynhildr já chamou a atenção em seu episódio inicial pela temática mais escura, densa e propícia ao mistério. Pode-se aqui conceituar que a abertura do anime já estendeu o tapete vermelho à quem desejar seguir com o anime, dentro de suas próprias perspectivas. Uma música instrumental, que misturou tristeza e medo em uma mesma sintonia, apresentou o "visual da devastação".



Conceitualmente, foi um episódio de apresentação que entregou muito do enredo central do anime. Murakami Ryouta era amigo de uma jovem que ele não sabia o nome quando criança, e por isso a chamava de Kuroneko. Um acidente ante uma pequena expedição de ambos para encontrar alienígenas (a garota sempre acreditou na existência de tais seres) acabou os separando e, para o rapaz, sua amiga havia morrido. Já se passaram muitos anos e, na escola, uma aluna acabou de ser transferida (sendo que ela possui muitos dos traços de sua antiga amiga), o que levou o rapaz ao descontrole momentâneo (ao pedir para ver uma marca que sua amiga de infância tinha abaixo das axilas).



À partir daí, a vida do estudioso e de pouca fala Ryouta tende a passar por grandes mudanças, uma vez que esta nova aluna (Kuroha Neko) possui estranhos poderes e, segundo ela, sua presença é necessária para evitar a morte das pessoas. Alinhando os cenários com o contexto do enredo, tudo parece combinar muito bem. Embora seja muito cedo/prematuro para quaisquer afirmação, é possível que Gokukoku surpreenda mais para frente.



Captain Earth


É hora do combate!


Parecia que seria um anime sobre sonhos, devaneios e algo muito distante de ser alcançado na plenitude. Entretanto tudo isto mudou de direção com apenas vinte e dois minutos de episódio, pois Captain Earth ousou minimamente neste aspecto, ao mostrar que um garoto pôde sim sair de seu "mundinho" e vislumbrar o espaço para defender a Terra de uma ameaça, bastando para tanto apenas "querer".



O parágrafo acima pode ter lhe soado confuso ou sem muita veracidade. Talvez porque o episódio tenha se passado de igual maneira e teor (pelo menos para a minha pessoa). Sinta-se convidado à acompanhar as desventuras do jovem Manatsu Daichi, que tinha uma boa amizade com o Arashi Teppei durante a sua infância. Mas isto durou pouco tempo, pois ambos nunca mais se viram após terem visto (e feito) algo que não deveriam com um tipo de "experimento" muito bem escondido em um grande galpão subterrâneo.



Restritamente falando, o episódio mostrou que Daichi não combina com a palavra "medo", abolindo-a vertiginosamente de seu dicionário particular. Além disto, a eminência de um ataque externo à Terra fez com que ele fosse adiante, após ter adentrado novamente naquele galpão após tantos anos. Se tens um sonho de pilotar um grande mecha de combate, certamente acompanhar Captain Earth lhe soará como uma ótima pedida, pois o anime auxilia visualmente em demasiado para a causa.



Mushi-Shi Zoku Shou


O olhar da dúvida...


Poderia aqui apenas recitar algumas palavras restritamente designadas à abertura e ao encerramento de Mushi-Shi Zoku Shou (também chamado de Mushi-Shi Sequel Series). Mas a verdade é que isso não precisa ser feito, pois vê-las e escutá-las é reconfortante o bastante, transmitindo uma paz de espírito sem igual nesta temporada de animes. E para falar de algo mais objetivo, basta citar que se trata da continuação esperada arduamente pelos fãs da obra, desde o distante ano de 2005.



As formas mais básicas de vida aparecem novamente. Similares à insetos em seus tamanhos, porém nem todos podem enxergar esta essência em sua plenitude. Ginko é uma das raras exceções à esta regra, sempre com a sua fala franca, aberta e direcionada à verdade, não importando a temática em discussão. E neste episódio inicial você é convidado a acompanhar uma estória que mistura saquê, sonhos e confiabilidade na própria vida. Em resumo, um verdadeiro arsenal de sentimentos lhe é estampado na face com ousadia e requinte.



O anime continua aparentemente calmo em sua ambientação. Frio no uso das cores. Mas soberbo em seu desenrolar. E acompanhar uma estória como a desbravada por Mushi-Shi Zoku Shou poderá lhe fazer muito refletir, sobre o mundo ao seu redor e também sobre a sua própria vida, nobre visitante.



Haikyuu!!


Saltando rumo a um grande ponto!


Os animes de temática esportiva têm realmente aparecido com força neste ano. Independente de Yowamushi Pedal (outubro'2013) ou Free! (julho'2013) terem iniciado ou não uma nova investida na área, a verdade é que tem surgido uma gama considerável de obras cujos desportos são o ponto de atenção maior. E Haikyuu!! desponta como uma destas obras que, seguramente, poderá chamar a atenção com propriedade.



No episódio inicial houve a apresentação de um garoto determinado, sonhador e que ama a prática do vôlei. Seu nome é Hinata Shouyou (mais conhecido como Sho) e ele está encantado com a possibilidade de participar de um torneio oficial escolar, pela primeira vez. Entretanto, o seu time é deveras novato e muito fraco e, logo na primeira partida, há o confrontamento com uma escola na qual os seus jogadores são muito altos, com destaque para Kageyama Tobio (sério, exigente e candidato seguro à criar uma rivalidade com Sho).



A determinação e a educação em quadra de Sho formalizaram o carisma absoluto do personagem que, aparentemente, deverá passar por muitas provações durante o anime. Por sua vez, o temperamento de Tobio poderá credenciá-lo a ter uma fanbase bem expressiva. Em si, Haikyuu!! agradou pelo visual (simples mas bem eficaz) e pela amostra de que o enredo terá o vôlei como alicerce, mas que não ficará unicamente "preso" a tal conceito.



Momentos...





Mahouka - ao que parece, deverão ocorrer batalhas se desenrolando pelas mais diversas razões...





Baby Steps - este sorriso não é inocente apenas na aparência, mas sim faz parte do comportamento da moça...





Soredemo - é o momento de se saber se o Rei do Sol é tão temível quanto dizem...





Gokukoku - algo aparenta estar errado com a moça, e a resposta para tanto está prestes à aparecer...





Captain Earth - em tempos antigos os jovens se encontravam e curtiam uma amizade normal, mas o tempo foi cruel...





Mushi-Shi - o susto tem algo à ver com o saquê, mas o rapaz sabe bem aonde errou no processo...





Haikyuu!! - eis que o dedo aponta para o futuro rival, pois o esporte sabe canalizar bem este potencial...



Animes disponíveis no Crunchyroll Brasil, dentre os listados acima


Posts de apoio com guias da temporada abril'2014 em blogs parceiros


Dica de leitura


Até a próxima!




Fonte: http://www.netoin.com/2014/04/n-drops-abr2014-20-iniciou-se-nova-temporada.html#.U0Ri4PldVmN
avatar 
Daniel

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Animes da Nova temporada [Primavera 2014]

Mensagem por Akiha em 14/04/14, 12:14 pm

Achei Akuma no Riddle bem interessante
avatar 
Akiha

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Animes da Nova temporada [Primavera 2014]

Mensagem por Daniel em 15/04/14, 08:55 pm

Quero assistir o Mushi-Shi.
Anos atrás já havia assistido uma série dele, e também assistido o filme.

acho muito interessante, e pelo que o Carlírio postou em seu comentário, tá valendo muito a pena.
avatar 
Daniel

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Animes da Nova temporada [Primavera 2014]

Mensagem por CyberWoo em 02/05/14, 11:40 am

Gostei do enredo do “Gokukoku no Brynhildr", parece ser muito bom. Vou assistir alguns episódios e depois comento aqui =)
avatar 
CyberWoo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum