Hyperdimension Neptunia Mk2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Hyperdimension Neptunia Mk2

Mensagem por djcoston em 26/04/12, 07:55 am



Produtora: Compile Heart
Gênero: JRPG
Plataforma(s): Playstation 3
Versão analisada: Japonesa

Guerra dos portáteis
Hyperdimension Neptunia Mk2 é o jogo da franquia criada pela Compile Heart, de Cross Edge e Record of Agarest War, para Playstation 3.

Nova versão
Como sugere o nome, Neptunia Mk2 não é uma simples continuação – o jogo se passa em um universo paralelo ao primeiro jogo, tendo elementos, personagens e acontecimentos inéditos, ao mesmo tempo em que é bem familiar aos que já experimentaram o primeiro Neptunia.

Tecnicamente falando, o jogo é certamente o melhor trabalho da Compile Heart dos últimos anos, apresentando um título isento de bugs visíveis e perceptíveis, bom uso da parte sonora com surround e composições variadas, loadings extremamente rápidos para inexistentes mesmo com a ausência de uma opção de instalação, taxa de quadros por segundo estável, cenários com boa variedade artística e isentos de pop-in, boa assistência ao jogador quanto a sistemas de jogo, bom balanceamento de dificuldade e recursos, modelos de personagens bem produzidos com movimentação decente, trabalho de dublagem convincente e até mesmo a presença de algumas cutscenes cinemáticas além da narrativa “visual novel”. Comparado ao primeiro jogo, Neptunia Mk2 é praticamente irreconhecível como um jogo do mesmo universo/proposta, no bom sentido.

Os gráficos, como todo jogo underground japonês, não é dos melhores, mas apresenta um cel shaded estilizado bem charmoso, bastante vivo e com cuidado quanto a detalhes de personagens e cenários.

Apesar do bom trabalho apresentado, ainda há umas bolas fora, como a ausência de vozes em alguns diálogos opcionais e algumas cenas extras com personagens representados por imagens estáticas, ao contrário dos modelos poligonais usados durante a aventura principal, por exemplo.

O jogo apresenta, como o primeiro título, uma proposta diferente dos JRPGs convencionais, já que tem como base de seu conteúdo a própria indústria gamística, tanto em questão de produções quanto a de acontecimentos expostos na mídia.

Olho de vidro e perna de pau
Neptunia Mk2 foca seu universo em um inimigo antigo dos desenvolvedores: a pirataria. Dirfarçado por um enredo simples e diálogos heróicos/clichês, o tema é explorado de todas as formas possíveis pelo jogo, levando desde questões econômicas de mercado até questões morais de se usar um produto ilegal/falsificado, tudo isso de vários pontos de vista diferentes, como uma criança pobre ou um desenvolvedor que necessita do dinheiro das vendas de jogos, por exemplo. Além do tema central, o jogo é repleto de paródias e referências à indústria de jogos em geral, representados por personagens em cidades, inimigos, cenários ou diálogos. Tem até a participação de um certo criador de Megaman…

Apesar de ser praticamente um reboot, o jogo claramente pede o conhecimento do primeiro Neptunia para reconhecer personagens e acontecimentos, assim como funções e/ou detalhes dos mesmos, para que a experiência seja menos confusa e mais completa.

O enredo em si segura um ritmo de narrativa que não cansa o jogador, nem faz faltar informações, com um elenco consideravelmente grande composto por muitas garotas que representam consoles (conhecidas aqui como deusas) e softhouses, como a Gust (série Atelier) e a Nippon Ichi (Disgaea). Além de bem humorado, o jogo inclusive apresenta doses sutis de romance – por ser um jogo que apresenta apenas monstros, robôs e mulheres, o tema é representado com um leve lesbianismo.

Infelizmente, o jogo parece terminar às pressas, apresentando momentos finais simplórios e rápidos, assim como o sub-aproveitamento de alguns personagens e vilões.

Roubando user base
Neptunia Mk2 gira em torno do sistema de Share, que é basicamente o quanto uma das deusas e as candidatas a deusas (ou portáteis, as protagonistas de Mk2)do jogo têm domínio sobre sua cidade e o planeta. Share influencia em praticamente tudo: o sistema pode destrancar eventos e alterar o rumo da história, assim como os status das deusas de uma região específica, ficando mais fortes com share alto como mais fracas com share muito baixo. Para manipular o sistema, o jogo conta com a presença de side-quests, que variam em coletar items e caçar monstros específicos. Realizando tais tarefas, o share de uma de uma deusa abaixa e de outra aumenta em uma região específica, tudo descrito na quest em questão. Pode parecer complicado e demorado, mas o sistema é bem dinâmico e de fácil entendimento, já que o jogador pode lidar com quantas quests quiser, e quando quiser.

O jogo conta com dungeons bem detalhadas e coloridas, passando desde estabelecimentos futuristas e fábricas a florestas e resorts. Apesar de algumas delas terem áreas grandes e com mais de um andar, é inegável que muitas são simples demais, não apresentando muitas rotas alternativas ou alguma coisa que saia de batalhas e busca por itens. Além disso, muitos cenários acabam se repetindo pelo jogo, mudando apenas a tragetória delas. Os baús, representados por pixels azul-transparente, também são outro problema, pois são péssimos para serem visualizados, ainda mais em ambientes psicodélicos. Defeitos a parte, é em dungeons que o jogador vai passar a maior parte do tempo, seja pra explorar por baús e itens escondidos, buscar materiais para forjar novos itens, realizar pedidos de clientes de side-quests e derrotar monstros poderosos que perambulam pelos campos.

As batalhas de Mk2 certamente são o trunfo do jogo, já que dão inúmeras possibilidades ao jogador, além de apresentar muitas skills com animações decentes. Começando por encostar em qualquer inimigo que rondam as dungeons, lutas ocorrem em turnos, mas com liberdade de movimentação, algo bem próximo do sistema de batalhas de Eternal Sonata (PS3/360). O sistema permite vários tipos de estratégia, como andar com a party junta para receber skills e itens de área como encurralar inimigos e evitar levar dano em grupo, por exemplo. Os ataques convencionais são realizados por um sistema de combos, onde cada botão representa um tipo de ataque e uma combinação específica gera um mais poderoso. Cada comando pode ser configurado pelo jogador, caso queira desferir várias sequências mais fracas ou poucas que causam mais dano. Não só as batalhas em si, como os preparativos também são importantes, a começar pelo sistema de formação de party, que permite 8 personagens – 4 em campo e 4 de reserva – ao mesmo tempo. Dependendo da formação e das personagens, efeitos únicos surgem, como a possibilidade de usar um poder único ou ganhar resistência a anomalias, por exemplo. O sistema funciona bem e é uma excelente forma de fazer o jogador estar sempre variando os integrantes dependendo da situação em que se encontra.

Fora do perigo, o jogdor pode entrar em cidades para comprar itens, criar novos, aceitar e receber recompensas de quests e conversar com os moradores, em um sistema no mínimo curioso que lembra muito as redes sociais Twitter e Facebook. Dependendo do personagem, seu “tweet” pode abrir um evento, onde geralmente termina com a melhora do relacionamento do grupo, elemento que, assim como o share, pode afetar o jogo de diversas maneiras.

Decidindo o futuro da indústria
Neptunia Mk2, assim como os jogos da Gust, traz um sistema com vários finais diferentes, geralmente dependendo de como o jogador administrou o sistema de share e relacionamento do grupo. Destaque para um dos finais, que não tem medo de quebrar o universo do próprio jogo e chocar quem está jogando.

Mk2, se for jogado apenas para ser terminado uma vez, dura cerca de 12 horas. Já para ver todos os finais, 50 horas. Para o jogador que gosta de fazer tudo 100%, como realizar todos os tipos de side-quests, completar todos os desafios do coliseu que o jogo disponibiliza, explorar todas as dungeons, forjar todos os itens e completar o bestiário, mais de 100 horas de jogo estarão garantidas.

Salvo por um portátil?
Hyperdimension Neptunia Mk2 consegue apagar praticamente toda a má imagem que o primeiro jogo criou, apresentando um trabalho competente de conteúdo amplo e variado. Tem suas falhas, muitas delas provavelmente por conta do orçamento, mas consegue prender o jogador por umas boas dezenas de horas.

Nota: 8



Texto publicado originalmente no Jogador Pensante
avatar 
djcoston

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hyperdimension Neptunia Mk2

Mensagem por Akiha em 18/09/12, 07:24 pm

Estou no capítulo 3, de fato a jogabilidade melhorou bastante e o jogo é bem diferente do Trinity Universe agora, entretanto achei a história muito pior do que no primeiro :o

O marketing do jogo é tão absurdo que por certas vezes eles esquecem completamente da história do jogo para fazer marketing massivo ficou um tanto cavernoso isso, sem falar nas diversas partes que as próprias personagens (principalmente a IF ou a Nisa) falam em como a história parece um "cartoon de sabado", ou reclamam dos eventos.

espero que melhore quando a Purple Heart retornar, o enredo precisa da insanidade da Neptune com certa urgência Laughing

no mais é legal lutar contra os chefes de Rank A , legal o review djcoston realmente as batalhas são bem divertidas isso nqm pode negar
avatar 
Akiha

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hyperdimension Neptunia Mk2

Mensagem por Krod em 18/09/12, 09:33 pm

Comparado ao 1 é muito melhor mesmo, em todos os aspectos. A batalha é divertida, mas o jogo é fácil demais. A história só não é pior que no 1 pois se desenvolve BEM mais rápido.

Eu tenho um review do Neptunia 1 aqui no meu note que fiz faz tempos. Tava pensando em postar, mas acho que vou deixar de lado, já que é praticamente metendo pau no jogo inteiro.
avatar 
Krod

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hyperdimension Neptunia Mk2

Mensagem por djcoston em 18/09/12, 10:37 pm

Bah, não jogue Neptunia pela hitória, jogue pelas paródias! Smile

O review foi feito pelo Tomio, só postei ele aqui antes do mesmo começar frequentar o fórum.

Krod, poste seu review também cara, o importante é todos darem suas opniões! (Apesar que eu tenho toda certeza que não irei concordar com ele, hahahaha). Se quiser o tópico do primeiro esta aqui: http://www.rpg-players.com/t56-hyperdimension-neptunia

Depois irei linkar os três reviews um com o outro.
avatar 
djcoston

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hyperdimension Neptunia Mk2

Mensagem por Akiha em 19/09/12, 09:29 pm

Acontecerá alguma desgraça por eu ter

Spoiler:
Pego a Inafune Blade? apareceu umas 4 vezes a opção para recusar a coisa, fiquei desconfiada agora

e porque tenho alguns EX finishers ainda desabilitados? alguns eu não tenho ap suficiente mas outros eu tenho e continuam desabilitados, precisam de alguma combinação de movimento em especial para ativar? no mais estou me divertindo um bocado com o jogo
avatar 
Akiha

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hyperdimension Neptunia Mk2

Mensagem por djcoston em 20/09/12, 04:10 pm

Não acontece nada não, é só uma maneira de dizer que é muito "vergonhoso" de usar uma habilidade dessas. Vai ter uma outra mais pro final do jogo se você ficar insistndo nas conversações com Inafune.

Essas combinações não precisam de dois personagens? Eu também me bati com essas skills no começo, tenta colocar duas das personagens que aparecem na descrição das skills.
avatar 
djcoston

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hyperdimension Neptunia Mk2

Mensagem por Akiha em 21/09/12, 01:43 am

Já estou pertinho do fim,notei umas ligações entre o Neptune e o MK2,engraçado que eu ri com uma cena da Noire bem peculiar, ela estava pesquisando quais mangás eram populares para ler já que se passaram 3 anos e tinha uma lista enorme de "obrigações" Laughing

gostei bem mais dos sistema do MK2, mas eles ainda tem que rever o alcance das armas, tive a impressão de que algumas personagens ficaram muito estranhas por conta disso, como a Uni, ela tem skills a distância mas os ataques normais tem que ser corpo a corpo.

outra coisa que gostaria de ver diferente no V, é as mágicas, a Ram e a Rom são inúteis praticamente porque ambas são magas e como suas magias tem alcance 1-1 pois são partes de combos, não vale muito a pena usar, também achei díficil gerenciar o SP, mas entendi que é porque as formas CPU são muito fortes após o cap 5, mas mesmo assim ter que juntar 300 de SP para usar elas decentemente é muito díficil.

no mais as personagens do Hyperdimension original vem em nível 46 sem especiais com 2 skills :x ? não goste disso nem deve dar para subir mais níveis com elas acho

avatar 
Akiha

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hyperdimension Neptunia Mk2

Mensagem por djcoston em 21/09/12, 01:55 pm

Ficou meio desbalanceado isso, as personagens antigas para as novas tem muito mais desvantagens... mas a melhor combinação de skill (ou que tira mais dano), ainda assim é a Neptune com a Nepgear.

Conseguiu soltar as combinações?
avatar 
djcoston

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hyperdimension Neptunia Mk2

Mensagem por Conteúdo patrocinado

 
Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum