Atelier Totori: The Adventurer of Arland Plus

Página 1 de 4 1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Atelier Totori: The Adventurer of Arland Plus

Mensagem por Gigas em 30/08/13, 08:35 pm

Estou jogando o Atelier Totori: The Adventurer of Arland Plus no Vita, parei no dia 25/10 do Primeiro Ano


Primeiro, meu contato com a série: Meu primeiro contato com a série foi com Atelier Iris 2 de PS2. O jogo me deixou a impressão de uma boa jogada entre "grandes" RPGs, sem muitos outros atrativos, um RPG bem básico, apesar do clima relax que comparava com o Summon Night: Swordcraft Story.



E então só fui jogar o Atelier Rorona que simplesmente me surpreendeu quando joguei, simplesmente porque era um jogo DIFERENTE, um estilo próprio de progressão que pode até existir em outros jogos, mas não muito comum. Isso e a aura relax transbordando muito mais! Tipo de jogo de pegar, passar uns dias in-game, relaxar e pausar. Fiz o final normal.



Segundo, minhas expectativas: Séries anuais, é coisa do demo? Na minha opinião não, muito pelo contrário. Eu gosto de jogos anuais simplesmente pelo fato de que eles geralmente pegam a fórmula do anterior, adiciona mais opções e melhora o balanceamento do jogo e narrativa. Que são simplesmente as duas coisas mais importantes em um jogo. Não vejo necessidade de cada sequel sempre se reinventar (E dar sempre um produto desbalanceado, mesmo com o sistema anterior tendo "potencial" com uma polida)
Enfim, isso que esperava dos outros jogos da série: Melhor balanceamento e distribuição de eventos.
Afinal, Rorona é praticamente um grande tutorial para o sistema de Alquimia da série, explica passo a passo durante todo o curso do jogo quais são os tipos de itens básicos e suas importância, então queria uma Sequel que já levasse a experiência com itens em consideração e adicionasse mais liberdade e itens disponíveis do começo (Sem ser ultra-hard lol)



Terceiro, minhas impressões iniciais:



Minha impressão inicial foi "Wow", de Rorona pra Totori o update gráfico foi IMENSO, a modelagem de personagens deu um upgrade bruto e alguns cenários ficaram até artísticamente bacanas, só faltando mais detalhes.



Isso até começar o movimento, rola um slowdown grande, principalmente na praça da cidade, igual ao acontecia com o Rorona, nem dava pra acreditar que rodava no mesmo aparelho que o FFXIII lol.
De toda forma Rorona tinha metade do gráfico e rodava do mesmo jeito, isso quer dizer, tudo é questão de otimização, espero que as sequels melhorem o framerate no mapa. A gente acostuma na boa, só a praça que incomoda mais.



Isso no mapa, porque na batalha tudo muda, o jogo fica 60fps com animação fluidíssima e movimentação cool. Não sei se foi uma tática do jogo pra deixar mais emocionante, é como se acelerasse um carro de repente, adrenalina Laughing 



Já na parte do jogo em sí fiquei meio desconfiado: Impressão inicial dos personagens foi hmm... Não foi muito boa unsure
E o jogo meio limitado, pouca coisa pra fazer, poucos eventos e interação e o tempo passando muito rápido, você vai dar uma volta na floresta, passear e PÃ, um mês se passou  

Já estava meio desconfiado, sempre fui um defensor dos Atelier pela originalidade, mas não um fã da série, nem gostei tanto do Rorona assim... Até que... (Light spoiler do início)

Spoiler:
Você vai para Arland!

A música, o cenário familiar, mas bonitão, o reencontro com os personagens, meus olhos brilharam de um modo que não esperava!
Principalmente com Iksel e Cornelia que eram minha party no jogo anterior. E a vendedora assediada pelos clientes, haha, adorava os eventos dela.

E até mesmo pela própria Rorona!





E então o jogo começa, abre milhões de mapas de uma vez, um monte de tarefas, um tempo limite (3 anos de bom desempenho para renovação da licença), finalmente você começa a gerenciar e acontecer mais eventos! Mudou o jogo!



Acho muito bacana porque os eventos tem um aspecto "não-linear" ao menos a sensação de aleatoriedade é muito boa, a qualquer momento você pode ter um evento baseado no calendário/afinidade/party formada/level, o terror para quem quer fazer tudo sem guia, o paraíso pra quem gosta de ser recompensado por suas pequenas ações no jogo e testa tudo, fazendo partys diferentes e visitando todos os lugares, ao mesmo que não dá porque o tempo in-game voa!
Com o início dos eventos livres muito rapidamente os personagens conseguiram me cativar, Gino, Mel, Ceci, Mimi, o pai bizarro, todo mundo!! (Ainda bem todos são chamados pelos apelidos curtos no jogo Laughing )



No Rorona eu jogava uns dias, completava meu objetivo, parava e ia jogando aos poucos até chegar na data limite pro jogo avançar, essa progressão lenta faz sempre o jogo correr o risco de ser abandonado.
Já Totori solucionou facilmente esse problema com a Adventure´s Licence, tudo que você faz é registrado e conta para o avanço do jogo, cada área visitada, quests resolvidas, itens sintetizados, monstros derrotados, é como se fosse um sistema de conquistas onde você sempre está ganhando e cada vez quer mais e mais e mais, acaba se viciando e fica mais difícil de largar!



Pelo o que entendi a mensagem do jogo tem um pouco haver com a família com a ambientação rural, amigo de infância, vontade de conhecer novos horizontes. Só que a família é meio bizarra, a mãe sumiu, o pai é magro, desnutrido, tão apagado que nem mesmo a Totori percebe quando ele está na casa Laughing Aí sobra pra irmã Ceci que é superprotetora.



Sobre a Totori deixa que o jogo explica:



Espero que abusem bem da timidez dela Laughing 

Rorona também tinha uma família bizarra, vendeu a moça pra alquimista da cidade lol, hmm, se bem que o tema era esse de capitalismo mesmo, era a amiga rica, era a ambientação industrial.

Prosseguindo, de início estranhei os dungeons, mas agora acho o método bacana, cada área é composta apenas por um mapa, diferente do Rorona onde cada área tinha 2 ou 3 mapas. Fica mais fácil de se planejar pra pegar o item que deseja, mas como eu disse, os dias são comidos extremamente rápido nas viagens, imagino que o jogo tenha mais que três anos de duração, porque se não vai acabar rapidinho! (Não precisa responder)



O sistema de batalha também que era o maior calcanhar de aquiles do Rorona ficou bem agradável, são 3 personagens no grupo e você tem que ir decidindo quem e quando proteger a Totori que tem baixo HP, mas é a única que pode usar item, de forma a também deixar o HP equilibrado para conseguir ir o mais longe possível no mapa.

Eu ia tirar a Mel do grupo porque imagino que personagens que já começam muito fortes acabam ficando pra trás no endgame, mas ela tem seu carisma e suas piadas Excellen-like, pobre Totori Laughing 



O save não diz o tempo de jogo, mas estou em 25/10 do primeiro ano, só joguei uma vez na viagem até a bateria acabar, achei que a bateria durou 1~1:30h a menos que com o Dragon´s Crown, acho que nos jogos 3D consome mais. (Pior que não tinha nada interessante no PSP, zerei Metal Slug 4 no easy, cansei e passei vontade, 3DS XL não tem portabilidade)


Desculpem o Wall of Text desnecessário de jogo velho, até porque o fórum é a maior fonte de Alquimistas do Brasil Laughing


Última edição por GigaHero em 28/11/13, 10:13 pm, editado 2 vez(es)
avatar 
Gigas

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Atelier Totori: The Adventurer of Arland Plus

Mensagem por MrLinx em 30/08/13, 09:00 pm

Ficou legal  GigaHero, ficou leve pra ler e agradável, sem muita formalidade e tal, bem o clima do fórum mesmo.  

Quanto a essa série não posso dizer muito porque até hoje não joguei nenhum, só joguei o Mana 
Khemia que nem sei se pode ser considerado da série, mais tem um estilo parecido.O legal do jogo era justamente um clima leve como você citou, em que você faz o que dá e acaba progredindo sem aquela pressão e tudo isso com um bom sistema de batalhas e alquimia.  Esses mais atuais me parecem bem agradáveis e interessantes.
avatar 
MrLinx

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Atelier Totori: The Adventurer of Arland Plus

Mensagem por Gigas em 30/08/13, 09:12 pm

@MrLinx escreveu:Ficou legal  GigaHero, ficou leve pra ler e agradável, sem muita formalidade e tal, bem o clima do fórum mesmo.  

Quanto a essa série não posso dizer muito porque até hoje não joguei nenhum, só joguei o Mana 
Khemia que nem sei se pode ser considerado da série, mais tem um estilo parecido.O legal do jogo era justamente um clima leve como você citou, em que você faz o que dá e acaba progredindo sem aquela pressão e tudo isso com um bom sistema de batalhas e alquimia.  Esses mais atuais me parecem bem agradáveis e interessantes.
Imagino que ele faça parte da série, o codename não é o Project A9? (Nono Atelier)


Bom que as screenshots ficaram legais, pelo visto a Sony melhorou o código pros jogos novos, uma pena porque nenhuma screen do Gravity Rush ou mesmo Uncharted prestou ou fez juz ao jogo Sad
avatar 
Gigas

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Atelier Totori: The Adventurer of Arland Plus

Mensagem por MrLinx em 31/08/13, 07:43 am

GigaHero escreveu:Imagino que ele faça parte da série, o codename não é o Project A9? (Nono Atelier)

Bom que as screenshots ficaram legais, pelo visto a Sony melhorou o código pros jogos novos, uma pena porque nenhuma screen do Gravity Rush ou mesmo Uncharted prestou ou fez juz ao jogo Sad
Essas screens você tirou direto pelo Vita? Qualidade delas são boas, e o tamanho padrão é esse que está nelas ou você editou?
avatar 
MrLinx

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Atelier Totori: The Adventurer of Arland Plus

Mensagem por Gigas em 31/08/13, 10:02 am

Screens direto do Vita sem retoques na qualidade, não teria saco para tanto Laughing Laughing 

avatar 
Gigas

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Atelier Totori: The Adventurer of Arland Plus

Mensagem por djcoston em 31/08/13, 11:13 am

Ficou muito bom o tópico, deve ter dado um tremendo trabalhão, parabéns!  
avatar 
djcoston

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Atelier Totori: The Adventurer of Arland Plus

Mensagem por Gigas em 06/09/13, 08:24 pm



Terminei o Atelier Totori no Normal Ending e o jogo me surpreendeu, foi MUITO além das minhas expectativas, não esperava que a primeira sequel do Rorona já tivesse tanto mais conteúdo assim, muito mais eventos, exploração, batalhas, alquimia, tudo melhor, vão ter que trabalhar muito no remake do Rorona pra deixar no mesmo nível! Smile

A grande qualidade do jogo é o poder de vício (Que pra mim era justamente o ponto fraco do Rorona), tem muita coisa pra fazer de todo tipo, sua cabeça não para, sempre quer mais e o tempo voa e quando você pensa que está completando tudo que pode ser feito o jogo te coloca mais e mais te pegando de surpresa!

Fiz o Normal Ending, o tempo acabou e ficou faltando algumas coisas por pouco. Não consegui derrotar o último chefe, tentei enfrentar uma vez, tirei metade da energia, aí com o Gameover o tempo de jogo acabou. Os últimos eventos foram MUITO bons, emocionantes.
Alquimia Lv 50, Adventure Lv 43, faltou só as Ultimate Weapons na loja de equipamentos, não achei o último material, pelo menos fiz as armaduras. (Do que estava disponível, ao menos) Inclusive tava com um equipamento muito bom, Drop de chefe importante e não sabia em quem equipar, uma roupa de cozinheiro.


A Rorona é uma figura, rachei de rir várias vezes com ela Laughing Laughing Laughing Laughing 





Ao zerar abre um menu extra que acho que é exclusivo do Plus, opção de Costumes, ver imagens do jogo e etc

O jogo tem 10 finais lá pelo menu, não sei se vou ver tudo, mas jogarei mais uma vez com certeza Smile
Só sei que não parava de ver eventos e mesmo assim ainda tem muito espaço para destravar, seria um desperdício não ver Smile 

Tem uns artworks fan-service no menu extra, uma amostra:
Spoiler:






Achei as Bosses Battles muito difíceis, ao menos para quem ainda está aprendendo os segredos, bem que poderiam maneirar um pouco no Meruru Laughing


Dei uma olhada e vi que a Platina é fazer todos os eventos, logo, justamente o melhor do jogo, alguém tem alguma dica, precisa seguir FAQ fielmente ou será que consigo só sabendo os critérios dos Endings? Quem já jogou tem alguma dica? hmmm
Mesmo carregando só os equips imagino que seja mais fácil conseguir tudo no new game.
Pena que não liberei muito costume no New Game pra dar uma variada, só um "Medical" estranho e umas cabeças =/

Fico triste que a NISA tenha investido e traduzido o game e não tem o seu nome na tela de título ou manual =/
avatar 
Gigas

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Atelier Totori: The Adventurer of Arland Plus

Mensagem por Krod em 06/09/13, 11:48 pm

Os eventos não são difíceis de descobrir, mas os requisitos de alguns finais sim.
Foi muito idiota ter que juntar uma grana descomunal de 500000 pra fazer um final, sendo que pelo menos na versao de ps3 isso é absurdo de difícil a menos que você faça exploit de umas mecânicas do jogo. O resto é razoavelmente fácil se você souber gerenciar o seu tempo.

Eu estou pra começar Meruru de novo agora, eu tinha parado com 12 horas e fiquei meses sem jogar, vou começar do zero mesmo que já nem lembro direito da história.
avatar 
Krod

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Atelier Totori: The Adventurer of Arland Plus

Mensagem por hawk666 em 07/09/13, 12:13 am

A dica pros Atelieres atuais é:

1a jogatina: Concentre-se em juntar grana e fazer equips tops.
2a jogatina: Trigger de todos os finais o mais rápido possível.
avatar 
hawk666

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Atelier Totori: The Adventurer of Arland Plus

Mensagem por Gigas em 07/09/13, 01:07 pm

Pelo o que estou lendo o Plus é mais difícil que a versão PS3, sniff, sniff, apanhei muito nos Bosses Sad 


O site de hospedagem deletou uma das minhas imagens, não sabem apreciar a magia do fan-service  
avatar 
Gigas

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Atelier Totori: The Adventurer of Arland Plus

Mensagem por Conteúdo patrocinado

 
Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 4 1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum