Valente da Disney·Pixar

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Valente da Disney·Pixar

Mensagem por djcoston em 26/07/12, 12:21 am


Encanto Disney com a criatividade Pixar

A Disney é conhecida por fazer filmes de contos de fadas com príncipes e
princesas e repleto de magia algo bem lúdico, já a Pixar representa o
inverso dá para as histórias de animação um ar moderno, criativo, mais
próximo do real, sem esquecer o grande apelo emotivo, desde que se
juntaram nunca houve uma mistura desses "subgêneros" em alguma animação
que foi lançada por eles, isso acaba de mudar com o lançamento de
Valente, que representa exatamente essa fusão, uma história criativa,
moderna sem tirar o encanto dos contos de fadas, um pelo acerto da Disney/Pixar.



Na trama a jovem princesa Merida representa exatamente a rebeldia
adolescente, não querendo saber de protocolos e nada que represente
a realiza, e sua mãe Elinor tenta a todo custo ensinar para a filha
a tradição do reino. Para piorar tudo isso, Merida é a pretendente
do reino para casar com um jovem príncipe de um dos reinos vizinhos
e como manda a tradição esse será escolhido através de um jogo em
que o vencedor leva a mão da princesa. Mas Merida não quer saber de
casamento e tenta boicotar os jogos e para isso acaba fazendo coisas
que podem por a vida de sua mãe e do reino em perigo.



Na sinopse parece tudo simples e mais do mesmo, e nos primeiros
30 minutos do longa-metragem tudo leva a crer que o desenrolar
vai ser o obvio, mas ai entra a criatividade Pixar que nos
conhecemos e transforma a história simples numa alucinante
e marcante conto de fadas moderno.



Brenda Chapman e Irene Mecchi desenvolvem um roteiro em que misturam
a base de um bom conto de fadas misturado com um toque de modernidade
(repleto de significados), transformando a história da ruiva rebelde
em um lindo exemplo de como fazer uma animação para crianças (dando
lições de bons modos, de amor familiar, respeito ao mais velhos e ai
por diante...) sem esquecer dos adultos que muitas vezes vão leva-las
ao cinema, deixando a história uma grande lição de vida também para
os grandinhos (mostrando que o amor sempre vence, que a família é
a grande força do ser humano, e que não se pode desistir dos sonhos
NUNCA). Emotivo mas não meloso ou piegas pelo contrario é através do
surpreendente que elas acertam em nos deixar totalmente encantados
por Merida e por sua família. Em linhas gerais o roteiro busca o
conforto da liberdade com a tradição a favor da família.



A direção começou nas mãos de Brenda Chapman, mas acabou sendo
substituída por Mark Andrews, que acabou assinando sozinho o
comando do longa. E mesmo Chapman (uma mulher) estando fora do
comando o filme traz uma evolução de como as animações representam
a mulher, sendo um "grito" de rebeldia a machista forma que o
cinema principalmente infantil pintam esse ser e Andrews conseguiu
fazer isso elegantemente e de forma marcante.



A primeira protagonista feminina da Pixar entra como um marco
de como as futuras gerações devem ver a representação da mulher,
tirando aquela forma submissa e sem voz que sempre nos acostumamos a ver.

Como se vê o filme é riquíssimo em leituras, mas prefiro dizer que é um lindo
conto que vai deixar adultos e crianças encantados com essa bela e marcante história.

Análise tirada do site: http://ccine10.blogspot.com.br/
SINOPSE

A jovem princesa Merida não quer saber da vida de realeza e não gosta nem de pensar em ser apenas mais uma esposa para o filho de algum lorde. Indo contra as tradições e os costumes, ela desafia seus pais ao perseguir o sonho de se tornar uma arqueira e, com isso, coloca em risco o reinado de seu pai, o Rei Fergus.



Roteiro: Brenda Chapman e Irene Mecchi
Título Original: Brave
Gênero: Ação, Animação
Duração: 1h 40min
Ano de lançamento: 2012
avatar 
djcoston

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum