Final Fantasy VII

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Final Fantasy VII

Mensagem por Rockman em 02/08/15, 01:45 pm


Nome: Final Fantasy VII
Produtora: SquareSoft
Gênero: RPG em turnos
Plataforma(s): Playstation
Versão analisada: Americana

Ninguém fica com o pé atrás quando um jogo da série Final Fantasy é mecionado. Quer gostem ou não, Final Fantasy irá ficar para a estória dos RPG’s como os jogos mais marcantes.

A qualidade de Final Fantasy VII em seu lançamento era inquestionável. Foi também um jogo que ajudou tantos inúmeros outros a chegarem no mercado ocidental. Claro que muitos desses lançados não tiveram a mesma qualidade, mas se saíram muito bem se tornando sucessos. Não é por acaso também que mesmo depois de 18 anos, o jogo ainda seja considerado por muitos o melhor RPG já feito. Dele, também surgiram inúmeros jogos e animações como Before Crisis: Final Fantasy VII, Final Fantasy VII: Advent Children, FFVII: Dirge of Cerberus, Final Fantasy VII G-Bike, Crisis Core: Final Fantasy VII, entre outros.

Uma coisa fora de série neste jogo, e que foi responsável pelo seu sucesso em todo o mundo, é o magnífico enredo. Passados 18 anos desde que FFVII saiu, milhares de teorias, análises intensivas e rumores continuam a surgir em redor do enredo, havendo análises muito bem-feitas, e com muito bom senso, e outras totalmente sem sentido, mas ainda interessantes de se ler. O personagem principal é Cloud Strife, um mercenário, que outrora pertencera à SOLDIER, o maior posto militar de uma empresa denominada Shinra. A primeira vez que controlamos Cloud, é numa missão arriscada, que consiste em destruir um dos Reactors da Shinra, ajudando assim a missão de um grupo chamado AVALANCHE, visto por todo o mundo como um grupo de bandidos. Mas porque razão temos de destruir os Reactors da Shinra? Estes extraem do Planeta a energia que faz com que ele sobreviva: a Lifestream. Esta energia vital é composta pelas almas das pessoas mortas, e sem ela, o Planeta fica extremamente enfraquecido. A Shinra extrai esta energia para produzir a Mako Energy, que por sua vez vai dar origem à eletricidade que vai abastecer as cidades do Planeta. Mas é preciso colocar um termo a esta extração, porque o Planeta está para morrer, e não falta muito para isso acontecer. Além de destruir os Reactors, temos não muito mais tarde, de enfrentar um vilão, que para muitos, o melhor vilão de todos os tempos, Sephiroth. O que é mais interessante, é que este personagem, em tempos passados, foi para Cloud o motivo para se alistar na SOLDIER, e agora é seu inimigo. Em nosso grupo ainda contamos com Barret, Aeris, Tifa, Red XIII, Cait Sith, Cid Highwind, Yuffie, e Vincent, um personagem com um passado misterioso, semelhante ao Cloud.



Como FFVII foi lançado em 1997, os cenários e gráficos trazem a realidade de produção deste ano, então não se pode querer compará-lo com outros jogos do playstation one que tiveram visual melhor. Os cenários utilizam 2D renderizado, de maneira que os cenários são muito detalhados, e bem constituídos, embora, por vezes, se note que são muito estáticos e um pouco artificiais, mas claro, estávamos em 1997, e a tecnologia da época não se compara em nada com a de agora. Os modelos dos personagens estavam em 3D, pela primeira vez na estória da série. Outra grande inovação foi o acréscimo das FMVs, o que também gerava muito destaque para o jogo. Durante os combates, os personagens assumem as dimensões reais, bem como os inimigos. As Magias e seus os efeitos nos ataques, os Summons, dão outra cara ao jogo.



Os combates, utilizam o sistema de Active Time Battle, em que existe uma barra de tempo para cada personagem em combate (só podem estar três personagens em campo) que vai sendo preenchido, e que quando atinge o seu limite, nos permite executar uma de várias ações disponíveis: usar uma Magia, que vai consumir; Invocar um Summon; usar um Item; Steal, para roubar os inimigos; e o óbvio Attack, para causar dano através dos ataques físicos. Ainda há mais uma opção especial no menu de combate: paralelamente à barra de tempo, existe uma barra de energia que se vai enchendo devagar: quando sofremos algum ataque, essa barra quase não se modifica, mas se recebemos algum ataque mais poderoso, ela enche bastante. Quando a barra fica cheia, podemos usar um Limit Break, um ataque especial muito mais forte que é comum, ou uma habilidade especial, que nos permite curar ou subir um status qualquer temporariamente. Cada personagem possui, geralmente (pois existem casos especiais), quatro níveis de Limit Break, cada um com dois ataques, que vão sendo desbloqueados. Embora os níveis avançados permitam ataques mais fortes, ou habilidades mais fortes, a barra de Limit Break enche-se mais devagar, por isso, os Limit Breaks de nível quatro demoram muito tempo a ser usados.  



O sistema de desenvolvimento dos personagens é o típico sistema de níveis, que vão do nível 1 ao 99, sendo que em cada nível um ou mais stats aumentam. Para usar as magias, é necessário obter umas pequenas esferas, as Materia, que são constituídas por Mako Energy no seu estado solidificado. As Materia, ao serem equipadas, trazem tantos benefícios como aumentar a magia,  força, e HP.

O mapa-mundo, elemento chave na progressão do jogo, é muito grande, e para nos deslocarmos pelo mundo fora, dispomos dos seguintes transportes: um carro, que consegue atravessar certos tipos de rios, e que anda em quase todos os tipos de terreno; um avião, mas que funciona como barco, e que nos permite andar em zonas costeiras do Planeta; um Chocobo, uma espécie de avestruz, que corre muito rapidamente; um submarino, que nos permite navegar pelo imenso mar, e ainda por debaixo deste, havendo assim uma espécie de mundo marítimo extra; uma Airship, a Highwind, que é o meio mais rápido de transporte, pois anda pelo ar; e é óbvio, a pé. Os mini-jogos deste FFVII são inúmeros. Quase todos eles aparecem durante o decorrer do jogo, como missões a completar, e quando completados, ficam disponíveis para repetição num parque de diversões gigantesco: o Gold Saucer. Os mini-jogos vão desde um jogo de snowboard a um mini-RPG, em que temos de fazer com que um mog voe, passando ainda por uma perseguição de motocicleta em alta velocidade. Os Chocobos proporcionam um dos grandes divertimentos do jogo. A partir de uma certa parte do jogo poderemos criar estas aves, e fazer praticamente tudo, desde alimentá-las, acasalá-las, e até poderemos evoluí-las, para elas poderem atravessar obstáculos no mapa-mundo. O objetivo máximo é criar um Gold Chocobo, o Chocobo que pode ir a todos os lugares do mapa-mundo, algo que nem mesmo a Airship pode fazer.



A composição da OST, famosa na série Final Fantasy pela sua qualidade magnífica, ultrapassa esse patamar. Algumas músicas são simplesmente sublimes, como a One Winged Angel (Sephiroth’s Theme), ou a Aerith’s Theme, e ainda posso nomear a Crystal Theme, presente na maioria dos FF’s, mas sempre ligeiramente diferente, e a Main Theme Song, que é ótima na versão in-game, e que fica ainda melhor na versão tocada a piano. Composta por Nobuo Uematsu, já poderíamos imaginar sua qualidade.



Para finalizar a review e minhas considerações sobre FFVII, só me falta escrever sobre a longevidade. Como é costume em Final Fantasy, poderão encontrar em FFVII um jogo longo, com 3CD’s, de aproximadamente trinta a quarenta horas recompensadoras de jogo, somadas com mais umas dezenas, obtidas através de side-quests igualmente recompensadoras, em que podem obter novos Summons, armas poderosas, ou Materias especiais, só para citar três pequenos exemplos.

Resumindo, concluindo e maravilhado, Final Fantasy VII é um jogo para todo sempre e magnífico, que não falha em nenhuma de seus componentes, e que para muitos, continua e continuará sendo por muito tempo o melhor RPG já feito.

 Nota: 100
avatar 
Rockman

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Final Fantasy VII

Mensagem por Daniel em 02/08/15, 09:11 pm

Raapz, @Rockman com tudo natal
Parabéns mais uma vez cara.

Dessa vez, pegou um jogo bem mítico, hein?
É um grande jogo, e quero poder jogar o remake também Smile
avatar 
Daniel

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Final Fantasy VII

Mensagem por Saint Rafael em 02/08/15, 10:46 pm

É o jogo que eu amo.
Não podia ser diferente.
avatar 
Saint Rafael

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Final Fantasy VII

Mensagem por gizellechan em 10/08/15, 05:41 pm

Parabéns pela review, @Rockman! Idea

Como o @Daniel disse, vem aí o remake, né =]

Vamos ver eles conseguirão manter o alto nível dessa versão original ^^
avatar 
gizellechan

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Final Fantasy VII

Mensagem por Rockman em 11/08/15, 03:06 pm

valeu, valeu.
bom jogo que recomendo a todos e o remake também deverá ser bom.
avatar 
Rockman

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Final Fantasy VII

Mensagem por Soloh em 25/01/17, 02:20 pm

Eu acho, quase uma certeza, que esse será o próximo jogo que vou comprar na Steam. Dei uma olhada e gostei da melhoria do visual que deram e gostei demais. Sempre tive curiosidade de conhecer a história e a mecânica, e me pareceu uma boa desculpa. Smile
avatar 
Soloh

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Final Fantasy VII

Mensagem por Rockman em 05/02/17, 02:54 pm

esse jogo você não vai se arrepender de jogar soloh

avatar 
Rockman

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Final Fantasy VII

Mensagem por Lalakoboldslayer em 05/02/17, 03:20 pm

@Rockman escreveu:esse jogo você não vai se arrepender de jogar soloh


@Rockman a quanto tempo ...
avatar 
Lalakoboldslayer

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Final Fantasy VII

Mensagem por Rockman em 05/02/17, 03:52 pm

fasz tempo que não jogo nada, Lalakobodslayer.
avatar 
Rockman

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Final Fantasy VII

Mensagem por Conteúdo patrocinado

 
Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum