New Horizons

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

New Horizons

Mensagem por vico em 10/07/15, 05:56 am

New Horizons











Um pouco de história...


A New Horizons é uma missão não-tripulada da NASA para estudar o planeta-anão Plutão e o Cinturão de Kuiper. Ela deverá ser a primeira espaçonave a sobrevoar Plutão e suas pequenas luas Caronte, Nix, Hydra, Cérbero e Estige, com uma data estimada de chegada ao sistema Plutão-Caronte em 14 de julho de 2015, após cerca de nove anos e meio de viagem interplanetária.

O principal objetivo desta missão é o de caracterizar globalmente a geologia e a morfologia de Plutão e suas luas, além de mapear suas superfícies. Também vai procurar estudar a atmosfera neutra de Plutão e sua taxa de fuga. Outros objetivos secundários incluem o estudo das variações da superfície e da atmosfera de Plutão e de Caronte ao longo do tempo. Serão obtidas imagens de alta-definição em estéreo de determinadas áreas dos dois corpos celestes, para caracterizar a sua atmosfera superior, a ionosfera, as partículas energéticas do meio ambiente e a sua interação com o vento solar. Além disso, a sonda vai procurar pela existência de alguma atmosfera em torno de Caronte e caracterizar a ação das partículas energéticas entre Plutão e Caronte. Também irá procurar por satélites ainda não descobertos e por possíveis anéis que envolvam o planeta-anão e seu satélite, antes de ser direcionado para o Cinturão de Kuiper e de lá para o espaço interestelar.

Lançada em 19 de janeiro de 2006, diretamente numa trajetória de escape Terra-Sol com uma velocidade relativa de 16,26 km/s ou 58.536 km/h e usando uma combinação de foguete monopropulsor e assistência gravitacional, ela sobrevoou a órbita de Marte em 7 de abril de 2006, a de Júpiter em 28 de fevereiro de 2007, a de Saturno em 8 de junho de 2008 e a de Urano em 18 de março de 2011, a caminho da órbita de Netuno, que cruzou em 25 de agosto de 2014, em sua jornada até Plutão.

Em dezembro de 2014, a nave encontrava-se a uma distância de 31,96 AU da Terra (4.781.148.000 km ou 4,26 horas-luz, o tempo que os sinais de rádio enviados da Terra demoram para chegar à espaçonave) e a 1,74 AU (260.300.000 km) de Plutão, com a frente virada para a Constelação de Sagitário, após sair de seu estado final de "hibernação" eletrônica às 01:53 UTC de 7 de dezembro. Desde seu lançamento em 2006, a sonda passou 1873 dias hibernando no espaço, com a quase totalidade de seus equipamentos desligados, 2/3 do tempo total de sua jornada, divididos por 18 períodos diferentes de "hibernação" com duração variada entre 36 e 202 dias contínuos. Este período de desligamento foi o último antes da chegada ao planeta-anão. As primeiras observações de Plutão, mesmo que ainda à distância, iniciaram-se em 15 de janeiro de 2015.

Os cientistas esperam que ela se torne a quinta sonda interestelar já construída pelo Homem – após deixar o Sistema Solar em direção à heliosfera – e o segundo objeto artificial mais veloz da história de exploração espacial.

Fonte: Wikipédia
avatar 
vico

Voltar ao Topo Ir em baixo

#NEWS - Espaçonave New Horizons se aproxima de Plutão

Mensagem por vico em 10/07/15, 05:59 am

Espaçonave New Horizons se aproxima de Plutão e registra imagem mais nítida até agora







Está chegando a hora. A espaçonave New Horizons se aproxima cada vez mais da órbita de Plutão, e acaba de enviar a imagem mais nítida do planeta anão até agora. A foto foi divulgada pela Nasa no site da missão na internet.

O astro pode ser visto com uma tonalidade avermelhada, com diferentes níveis de brilho em sua superfície. Há uma mancha mais escura que domina uma grande parte da parte inferior da foto, conhecida informalmente como "a baleia".

A imagem foi registrada no último dia 7, depois de a nave ter entrado em modo de segurança por conta de uma anomalia em seu software. A New Horizons estava a 4 milhões de quilômetros de Plutão quando fez o registro.

"A próxima vez que enxergarmos essa parte de Plutão na aproximação máxima, ela será vista com uma resolução 500 vezes melhor do que vimos hoje", disse Jeff Moore, pesquisador da Nasa envolvido na missão. "Vai ser incrível!"

Fonte: Info
avatar 
vico

Voltar ao Topo Ir em baixo

#NEWS - New Horizons detecta metano em Plutão

Mensagem por vico em 10/07/15, 06:05 am

Sonda New Horizons detecta metano em Plutão


Elemento está congelado na superfície do planeta anão e pode ser primordial - em outras palavras, herdado diretamente da nebulosa que formou o Sistema Solar há 4,5 bilhões de anos

CONCEPÇÃO ARTÍSTICA DA SONDA NEW HORIZONS SE APROXIMANDO DO SISTEMA PLUTONIANO (FOTO: NASA)​




Depois de uma longa jornada de nove anos, em que percorreu quase cinco bilhões de quilômetros até os confins do Sistema Solar, a sonda New Horizons, da NASA, está mais perto do que nunca de seu destino - o planeta anão Plutão. Atualmente a 18 milhões de quilômetros do sistema plutoniano, sua missão é estudar em detalhes as características deste pequeno corpo celeste congelado e, depois, explorar o misterioso Cinturão de Kuiper, uma região ainda mais longínqua. O encontro da sonda com Plutão está marcado para o dia 14 de julho, mas desde o começo do ano ela já vem realizando análises científicas. Nesta terça (30), a NASA anunciou a descoberta de metano em estado sólido na superfície do astro.


"Sim, tem metano em Plutão, e não, ele não vem das vacas", brincou a agência em um comunicado. Na verdade, existe a possibilidade de que o gás incolor e inodoro tenha uma origem muito mais especial - ele pode ter ido parar ali "fresquinho" da nuvem molecular primordial que formou o nosso Sistema Solar, há 4,5 bilhões de anos. Os astrônomos já sabiam desde 1976 da existência de metano no planeta anão, mas só agora o composto foi realmente detectado por uma sonda. "Em breve vamos saber se existem diferenças na presença de gelo de metano de uma parte para outra de Plutão", disse Will Grundy, líder de uma equipe da missão New Horizons que vai estudar a composição da superfície.


A cada dia que passa, a sonda está mais próxima de Plutão e de Caronte, sua maior lua. Entre 28 de maio e 25 de junho, a distância até o astro caiu quase três vezes, de 56 para 22 milhões de quilômetros. Uma das câmeras a bordo monitorou a aproximação e a NASA divulgou os registros em forma de um GIF incrível:



QUEM NÃO CURTE UM BELO GIFÃO ESPACIAL? (FOTO: NASA)

A partir das imagens, dá pra perceber um forte contraste entre diferentes regiões dos dois corpos. Enquanto Plutão apresenta um hemisfério norte mais brilhante e uma concentração de material mais escuro na área equatorial, o oposto se verifica em Caronte. Uma das primeiras ações da New Horizons em 14 de julho, poucas horas depois do “voo rasante”, será um exame minucioso da atmosfera do planeta anão depois que uma boa rajada de luz do sol passar por ela. A técnica é chamada de espectroscopia. “Vai ser como se Plutão fosse iluminado por trás por uma lâmpada de um trilhão de watts”, conta Randy Gladstone, um dos cientistas da missão.



Fonte: Revista Galileu
avatar 
vico

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Horizons

Mensagem por Daniel em 10/07/15, 08:04 pm

Tenho bastante fascínio por tudo relacionado à ciência.
Gosto muito de assistir o Neil deGrasse Tyson em vídeos no youtube, especialmente os que o Luc Anderssen legenda: https://www.youtube.com/watch?v=k-EIJzB1MHE

Dá para tranquilamente perder muitas horas assistindo muitos vídeos.

Cosmos também é um remake da série antiga muito bem feita e apresentada pelo Tyson, que vale muito a pena.

Espero ansioso pelas imagens mais próximas do Plutão Smile
avatar 
Daniel

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Horizons

Mensagem por Whitewolf em 10/07/15, 10:47 pm

Bem interessante a matéria.
avatar 
Whitewolf

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Horizons

Mensagem por vico em 10/07/15, 11:25 pm

Uma viagem até Plutão


Pela primeira vez na história uma espaçonave lançada da Terra chegará ao mais distante de todos os planetas do Sistema Solar


Depois de nove anos, cinco bilhões de quilômetros e muita incertezas, a pequena espaçonave americana New Horizon finalmente está chegando a Plutão, o longínquo, desconhecido e controverso planeta-anão. Pouco antes das nove da manhã da terça-feira 14, a nave vai se aproximar cerca de 12,5 mil quilômetros da superfície do mais distante planeta do Sistema Solar. Parece muito, mas com suas câmeras equipadas com lentes telescópicas, desta distância a New Horizon poderia fazer uma foto em alta resolução de um lago como o do Parque do Ibirapuera, em São Paulo, ou da Lagoa Rodrigo de Freitas, no Rio. Apesar de na última semana a nave ter perdido contato com o centro de comando da Nasa por quase uma hora e meia, os cientistas se dizem confiantes com os momentos finais desta viagem de quase uma década. “Estamos tranqüilos e certos de que encontraremos algo maravilhoso lá”, disse Alan Stern, um dos chefes da missão.


Esta será a primeira vez que uma nave espacial chegará perto deste corpo celeste descoberto apenas em 1930 e que nos últimos anos se transformou em motivo de acalorados debates na comunidade científica. Hoje já não há muita discussão sobre a natureza de Plutão. Ele é sim um planeta, apesar de ser considerado um anão cósmico. Está localizado no que os astrônomos chamam de a “terceira zona” do Sistema Solar, em uma área também conhecida por Cinturão de Kuiper, onde outros corpos celestes compostos basicamente de rocha e gelo – como Plutão – também estão localizados. Na prática, esse planeta-anão que tem mais ou menos 1/5 do tamanho da Terra está no que poderia ser chamada de a periferia do Sistema Solar, distante mais de sete bilhões de quilômetros do Sol no seu “inverno”.


O grande feito da New Horizon foi ter chegado tão longe e em tão bem. Apesar do problema de comunicação registrado na última semana, a espaçonave está em perfeitas condições para enviar à Terra imagens em alta-resolução, mapas térmicos, dados sobre a composição da atmosfera de Plutão e outras informações sobre o Cinturão de Kuiper. Plutão é o único planeta do Sistema Solar que ainda não visitado por uma nave vinda da Terra.


Apesar faltar tão pouco para que a New Horizon chegue até Plutão, ainda vai demorar muito para que se saiba exatamente como é o último planeta de nosso sistema. Isso porque a distância entre a Terra e Plutão, algo como 5 bilhões de quilômetros, dificulta – e muito – a transmissão de dados entre a nave e o centro de comando, nos Estados Unidos. A expectativa é de que quando a New Horizon estiver avistando a simples mensagem de que chegou ao seu destino deva demorar cerca de quatro horas para chegar à Terra. A estimativa da Nasa é de que as imagens em alta resolução que a espaçonave fará na terça-feira demore cerca de 1,5 ano para viajar pelo espaço até seus computadores. [IstoÉ]


avatar 
vico

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Horizons

Mensagem por vico em 14/07/15, 09:08 pm

Esta é a foto mais nítida de sempre de Plutão… por enquanto


A sonda New Horizons da NASA, que passou nesta terça-feira pelo seu ponto mais próximo do planeta-anão, deverá enviar o primeiro sinal para a Terra.




Plutão fotografado a 13 de Julho (um pixel corresponde a quatro quilómetros) AFP/NASA

“3-2-1 – UAU!!!!” Eram 12h49 (hora de Lisboa) desta terça-feira quando os aplausos e os gritos de alegria explodiram no centro de controlo da missão New Horizons da agência espacial norte-americana NASA, na Universidade Johns Hopkins (EUA) – com o mundo inteiro presenciar o acontecimento via Web.


Nesse preciso instante, a New Horizons, que há nove anos e meio iniciou a sua viagem em direcção ao mais longínquo grande corpo do Sistema Solar – o planeta-anão Plutão, situado a 4800 milhões de quilómetros de nós –, estava, segundo os cálculos dos cientistas, a passar a toda a velocidade a apenas 12.500 quilómetros de distância de Plutão (a distância entre Lisboa e Honolulu, Havai).


Porém, todos sabiam que ainda iriam ter de esperar umas 13 tensas horas (até às duas da manhã desta quarta-feira em Lisboa) para ter a certeza de que tudo tinha corrido como previsto – isto é, de que a sonda tinha conseguido realizar o seu programa de observação de Plutão, do seu companheiro Caronte e de mais duas luas antes de seguir disparada para os confins do nosso sistema planetário.


Se tudo correr bem, a sonda vai iniciar a tarefa que a irá ocupar ao longo dos próximos 15 meses: depois de virar a sua antena para a Terra, começará a enviar fotografias de Plutão com resoluções muito maiores do que a da que ilustra este texto, bem como uma bateria de dados que deverão permitir perceber melhor este misterioso astro.


“Esta imagem é a primeira de muitas recompensas que iremos receber”, disse nesta terça-feira John Grunsfeld, da NASA, no início da primeira conferência de imprensa após o “encontro” da sonda com Plutão.


“Faz hoje 50 anos que os EUA embarcaram na exploração do Sistema Solar, quando a Mariner IV passou ao pé de Marte”, salientou Alan Stern, investigador principal da missão. “Agora, exactamente 50 anos depois, completámos a nossa missão de reconhecimento de todos os planetas.”


“O que está a acontecer é realmente fantástico”, acrescentou Alice Bowman, responsável operacional da missão. “Quase não consigo esperar por amanhã (da parte da tarde em Lisboa), quando começarmos a receber mais imagens. Não tenho dormido muito desde que perdemos o contacto com a sonda, na noite de segunda-feira para terça [pelas 4h17 da manhã hora de Lisboa]. Sinto-me nervosa, mas acredito que ela se vai virar para nós e enviar dados.”


Entretanto, a primeira comunicação, de 20 minutos, deverá ser estabelecida com a sonda e o sinal (o seu “telefonema para casa”, nas palavras de John Grunsfeld) captado por uma antena de observação do espaço profundo que a NASA tem na Austrália e reenviado para os EUA.


Esse ‘aperto de mão’ entre a antena terrestre e a sonda permite avaliar o estado da comunicação, localizar a sonda e ainda avaliar em tempo real o estado de todos os instrumentos de bordo, nomeadamente do computador principal e dos controlos de navigação. “São sequências de 0 e 1 que surgirão nos ecrãs transcritos em mensagens [em inglês]”, especificou Alice Bowman.


Alan Stern descreveu mais precisamente o que se via na imagem. Para além da grande mancha, que já é informalmente chamada "o coração", existem zonas escuras perto do equador. "Mas o que queremos fazer a seguir é analisar a topografia, a composição química, as variações de temperatura – e também ver imagens de alta resolução", disse Alan Stern. "Amanhã [quarta-feira] elas já vão ser dez vezes mais nítidas do a primeira e a seguir muito mais ainda."


“Neva em Plutão?”, perguntou alguém da assistência. “Parece mesmo que sim”, respondeu sem hesitar Alan Stern. Recorde-se que Plutão possui uma ténue atmosfera de nitrogênio – que neste momento é transparente, o que facilita aliás as observações da superfície.


Algo que surpreendeu os cientistas é que Plutão parece ser muito mais novo do que Caronte, uma vez que apresenta menos sinais de impactos. “Espero que sejamos capazes de determinar as idades de ambos e de perceber se é mesmo assim e porquê”, frisou Alan Stern.


Outra coisa que a equipa quer fazer é estudar as faces dos dois corpos que se encontram sempre à sombra. Foi para isso que a New Horizons foi programada para, depois da sua passagem, se virar e olhar a contraluz para as silhuetas de ambos. “Escolhemos a data para beneficiar da reflexão da luz do Sol sobre Caronte, que assim ilumina Plutão", disse Alan Stern. “Mas mesmo assim, ainda não sabemos qual vai ser a resolução final das imagens."


A New Horizons tem energia para durar cerca de 20 anos e dirige-se para o espaço intersideral, “tal com as Voyagers, mas com instrumentos muito mais modernos", salientou o cientista. “E talvez até consiga um dia enviar dados do espaço situado para lá do fim do Sistema Solar.” [Público.pt]

avatar 
vico

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Horizons

Mensagem por Daniel em 14/07/15, 09:28 pm

Rapaz, agora é ir em frente e descobrir mais misterios.
Ao infinito e além
avatar 
Daniel

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Horizons

Mensagem por Daniel em 19/07/15, 09:32 pm

Rapaz, estava lendo que o processador da nave New Horizons é o mesmo que foi usado no PS1

http://adrenaline.uol.com.br/2015/07/15/36088/processador-da-sonda-new-horizons-e-o-mesmo-do-primeiro-playstation

avatar 
Daniel

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Horizons

Mensagem por Whitewolf em 19/07/15, 10:47 pm

Eita, por essa eu nao esperava, PSone MITO! Suspect
avatar 
Whitewolf

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Horizons

Mensagem por Conteúdo patrocinado

 
Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum